Qualidade do ar

No âmbito do Eco-Escolas, instalámos um sensor de partículas, junto à Portaria da escola sede do agrupamento. Este equipamento foi desenvolvido  pela Sensor Community decorre do projeto MAPEAR (em articulação com a ASPEA – Associação Portuguesa de Educação Ambiental).

O sensor mede a concentração de partículas em suspensão na atmosfera que nos rodeia e permite aferir a qualidade do ar, a partir da concentração de partículas (PM10 e PM2.5), que são indicadores gerais da poluição atmosférica.

A organização Mundial de Saúde indica como limites diários, uma concentração no ar de 51 μg/m3 para as partículas PM10 e de 26 μg/m3 para as partículas PM2.5.

No histórico dos registos do nosso sensor, consta que o limite de exposição às PM10 já foi superado por três vezes.

As leituras do sensor estão acessíveis através da aplicação “Particulate Matter App” ou do link:

https://api-rrd.madavi.de/grafana/d/GUaL5aZMz/pm-sensors?orgId=1&var-chipID=esp8266-2455237